Melhores Gins
Melhores Gins

O gin é uma bebida destilada muito aromática e por isso é apreciada de diversas maneiras, seja em drinks ou até mesmo pura. É fundamental conhecer quais são os melhores gins do mercado antes de realizar uma festa, reunião ou até mesmo um jantar romântico.

Mesmo sendo uma bebida antiga e muito consumida em diferentes países, atualmente ela voltou a ser uma das favoritas inclusive no Brasil, pelo já tradicional coquetel chamado gin tônica.

Deseja comprar um bom gin, mas nem sabe por onde começar? Então você está no lugar certo, pois te guiaremos por este mundo incrível que ainda tem muito a ser explorado. Continue lendo!

Quais os Melhores Gins 2021

O gin é elaborado a partir de cereais, onde milho e arroz são os mais usuais, contudo pode haver variações. O grande detalhe que é essencial para o mesmo ter tal classificação é a infusão com o fruto de uma árvore chamada Juniperus: o zimbro.

Este ingrediente é crucial para a produção deste destilado, pois compreende sabores e aromas peculiares. Ademais, é possível encontrar outros compostos que também são utilizados na infusão, que vão desde frutas e ervas até flores ou folhas. Não deixe de conferir também nossa lista de melhores Whisky do mercado.

Sua origem, ao contrário do que muitos acreditam, se deu na Holanda em meados 1650, contudo seu sucesso mundial ocorreu apenas após as modificações feitas pelos ingleses, região onde até hoje são produzidos os melhores derivados desta modalidade.

Para servir, é uma bebida muito diferenciada, pois pode-se tanto acompanhá-la com simplesmente limão e água tônica ou adicionar em um coquetel mais elaborado, no entanto preste atenção ao sensorial, já que muitas notas podem também atrapalha na degustação!

Gin Rock’s é bom?

O Gin Rock’s é uma daquelas alternativas para quem nunca tomou gin antes e quer experimentar, porém não deseja gastar tanto.

Em contrapartida, se o intuito é incorporá-la em um drink ou servir em uma ocasião especial tal uso pode não ser o mais indicado.

Isto se dá por sua simplicidade, principalmente de notas onde somente o zimbro é evidenciado. Mas não se engane, ele serve muito bem para o que se propõe e o custo apresentado pode ser considerado um excelente atrativo.

Gin Torquay é bom?

Caso o objetivo de sua compra seja ter excelência em um coquetel, indicamos o gin Torquay por suas características sensoriais incomparáveis e pela classificação como um dos melhores gins no cenário nacional nos últimos anos.

O jornal Estadão, em seu caderno paladar que é reconhecido nacionalmente como um dois mais relevantes no cenário gastronômico, elencou o Torquay como o segundo melhor gin do Brasil atualmente.

Sabendo disso, indicamos o London Dry Gin Torquay, que apesar do elevado custo, apresenta notas de limão siciliano e diferentes outras ervas, podendo ser apreciado tanto puro quanto em diferentes coquetéis.

Gin Bombay Sapphire Dry London

Abriremos esta lista com o gin Sapphire Dry London da Bombay, considerado um incrível modelo entre gins infusionados à vapor. Tal fabricação confere ao produto algumas notas específicas e uma leveza intrigante.

Sua embalagem ter um ar tradicional que é balanceada com o toque moderno da cor azul do frasco. O conteúdo de 750 ml irá gerar boas doses, porém vale ressaltar seu custo intermediário para os padrões desta categoria.

A fórmula apresenta 10 botânicos de diferentes localidades que ampliam os aromáticos da bebida, fazendo um contraste com seu retrogosto seco.

O teor alcoólico elevado de 47 % fará toda a diferença em sua preparação com uma robustez única. Quanto aos alergênicos, vale a pena citar que sua composição não contém glúten.

Este gin é líder mundial em vendas em todo o mundo, inclusive no Brasil onde é bem aceito por sua leveza residual que deixam os drinks mais suaves.

Todos estes aspectos fazem deste modelo ideal para harmonizar com alimentos condimentados e, até mesmo, aqueles que possuem uma picância mais acentuada.

É uma pena que este produto não acompanhe um dosador, já que grande parte das versões semelhantes possuem tal característica.

Prós
  • Fácil de harmonizar;
  • Embalagem exclusiva;
  • Notas aromáticas evidentes;
  • Toque seco;
  • Residual suave;
  • Marca confiável;
  • Não contém glúten.
Contras
  • Não acompanha dosador;
  • Preço intermediário.

Gin Tanqueray No Ten

É claro que o gin Tanqueray não poderia ficar de fora deste ranking, não é verdade? Para iniciar, escolhemos logo uma de suas linhas mais robustas e elegantes: a No Ten.

Além ser de uma marca mundialmente conhecida, o gin No Ten conta com notas claras de laranja, linha e casca de toranja. Com isso, sua harmonização se dá muito bem com alimentos mais gordurosos à base de azeite de oliva ou queijos. Não deixe de conferir também quais as melhores escovas de dentes do mercado.

Sua embalagem possui detalhes únicos e pode ser acessada na versão padrão de 750 ml. Tenha uma cautela neste caso, pois sua fórmula apresenta glúten!

Este gin passa pelo processo de destilação por cinco vezes, e por meio disto, seu resultado é bem alcoólico e denso, perfeito para apreciar uma dose curta e sentir todos os aromas secundários que remente sobretudo ao zimbro, mas também às frutas cítricas, folhas e frutas secas e os mais diferentes botânicos de origem italiana, mas especificamente da Toscana.

O Tanqueray No Ten já possui inúmeros prêmios, como sua entrada no Hall of Fame da World da Spirits Competition no ano de 2017, sendo o primeiro gin a alcançar tal feito.

Ao final, ao obter este destilado você conseguirá preparar desde os drinks clássicos até as bebidas mais simples com maestria!

Prós
  • Notas cítricas;
  • Harmoniza com preparações mais gordurosas;
  • Embalagem robusta;
  • Bom rendimento;
  • Com muitos aromas secundários;
  • Destilado 5 vezes;
  • Produto premiado;
Contras
  • Contém glúten;
  • Muito caro.

Gin Tanqueray London Dry

A Tanqueray também é sinônimo de tradição com o seu modelo mais vendido – o London Dry – que a cada vez mais tem caído no gosto dos brasileiros apreciadores de destilados.

A embalagem é conhecida por onde passa, tendo adeptos por todo o mundo inclusivo os bartenders. Seu volume padrão de 750 ml não decepciona assim como o processo de maturação em barris que dura 8 meses antes do envase e o processo de destilação em 4 tempos.

Sua fórmula especial leva os seguintes ingredientes durante a infusão: zimbro, raiz de lírio e alcaçuz, sementes de coentro, casca de limão siciliano, amêndoas, laranja e muito mais!

A produção é feita com o controle de todos os ingredientes, inclusive a água extremamente pura utilizada deste a higienização dos fracos até a elaboração do líquido.

O custo caro faz jus às suas qualidades, mas por outro lado, alergênicos devem prestar atenção já que o mesmo apresenta glúten na composição.

Esta bebida icônica precisa ser elevada ao níveis históricos que representa, por isso, incidamos um consumo básico e sem muitas firulas, basta acrescentar a água tónica em uma taça elegante e se desejar, algumas especiarias com canela em pau e anis estrelado para efeito visual.

Prós
  • Ótimo rendimento;
  • Embalagem tradicional;
  • Destilação quádrupla;
  • Aromas intensos;
  • Alto teor alcoólico;
  • 8 meses de maturação;
  • Marca premiada;
  • Fórmula repleta de especiarias.
Contras
  • Valor elevado;
  • Apresenta glúten.

Gin Silver Seagers London Dry

O London Dry Gin Silver da marca Seagers tem um custo benefício excelente, especialmente pelo preço abaixo da média e por não deixar a desejar quanto à qualidade.

Este modelo nacional, pode ser facilmente encontrado em mercados ou empórios, e por conta disso apresenta uma enorme quantidade de vendas nos últimos anos.

Suas características são bem básicas e sem muitas notas diferenciais, apesar da composição complexa com os seguintes ingredientes: zimbro, canela, erva doce, coentro, sementes de mostarda, lírio e anis.

A definição clássica é dada por seu ter alcoólico de 45,3 % e pelo volume padrão de 750 ml, assim a recomendação é utilizá-lo para drinks, como o gin tônica. Sua adstringência média é facilmente harmonizada com receitas leves e condimentadas, combinando até com algumas sobremesas.

Prós
  • Bom custo benefício;
  • Notas suaves;
  • Teor alcoólico elevado;
  • Adstringência média;
  • Embalagem bonita e moderna;
  • Fórmula complexa;
  • Harmonização simplificada;
  • Não contém glúten.
Contras
  • Ingredientes infusionados pouco evidentes.

Gin Theros Citadelle Salton

É iniciante neste mundo dos drinks, então temos uma versão que cumpre o que promete dentro da categoria de preço baixo e sabores suaves.

O Theros Citadelle Salton é um gin indicado exclusivamente para a produção de gin tônica, principalmente em eventos onde serão servidas muitas doses.

A Salton é uma produtora nacional de bebidas alcoólicas, sendo o vinho seu produto mais conhecido, porém a marca não fica atrás no mercado brasileiro de destilados.

O retrogosto adstringente favorece a combinação com outros ingredientes. Para completar, ao final são sentidas notas picantes e amargas que combinam perfeitamente com as especiarias botânicas apresentadas: sementes de coentro, zimbro, flor de cássia e raiz de angélica.

Seu teor alcoólico de 40 % é um pouco mais baixo do que o padrão da categoria, mas o volume de 750 ml gera muitas doses.

A cor cristalina da bebida deixa bem evidente sua qualidade e combinam com sua embalagem contemporânea. Lembre-se ainda de que o gin Theros Citadelle Salton não apresenta glúten em sua fórmula.

Prós
  • Valor acessível;
  • Ideal para drinks e coquetéis;
  • Embalagem moderna;
  • Notas aromáticas suaves;
  • Ótima adstringência;
  • Residual leve;
  • Produção brasileira;
  • Não contém glúten.
Contras
  • Baixo teor alcoólico.

Gin Beefeater 24

Em um nível premium encontra-se o gin Beefeater 24 de origem inglesa e que tem uma das embalagens mais bonitas da categoria.

Este clássico gin vai além do London Dry convencional, já que a presença de chás asiáticos fazem seu uso ser versátil e combinar os novos drinks que vêm surgindo nos últimos anos.

Tudo isso aliado à confiabilidade desta marca, faze, valer o alto custo exigido em sua compra. No total, são 12 especiarias, das quais destacam-se principalmente o zimbro, as amêndoas, a casca de limão siciliano e a toranja.

O teor alcoólico de 45 % e o volume padrão de 750 ml configuram um produto com alto rendimento e com possibilidades de uso em drinks ou puro.

Aliás, desde sua criação no ano de 2009, esta bebida destilada já traz em seu currículo mais de 40 prêmios internacionais. Saiba também quais os melhores BCAA do mercado.

No demais, o número 24 em seu nome refere-se ao número de horas que o produto fica infusionados com os ativos botânicos.

Prós
  • Grande teor alcoólico;
  • Fácil de harmonizar;
  • Embalagem bonita e exclusiva;
  • Residual complexo;
  • Marca premiada.
Contras
  • Contém glúten;
  • Muito caro.

Gin Plymouth

Na sétima posição deste ranking, trouxemos um modelo que tem tudo o que um gin clássico pode ofertar, com notas cítricas e picantes.

O amargor pronunciado é outra característica que precisa ser levada, então saiba trabalhar tal nota na harmonização de modo que a mesma não sobreponha a bebida. Algumas das combinações mais interessantes são: amendoins açucarados, chips de legumes e até berinjelas assadas.

No caso dos coquetéis, evidencie as versões que não apresentem tantos componentes para que ao conjunto do drink você possa sentir cada nota dos botânicos utilizados durante a formulação desta receita.

Este gin estiloso conta com um total de 7 especiarias, são elas: zimbro, cardamomo, lírio, coentro, laranja, limão e raiz de angélica.

Sua origem em uma das mais conhecidas destilarias inglesa contribuem para um custo elevado, mas por outro lado as qualidades também são específicas. Confira também nossa lista de melhores tinturas para o cabelo à venda.

O teor alcoólico 41,2 % é um pouco menor do que a média internacional e por isso combina muito bem com qualquer preparação, lembrando que o volume do frasco é de 750 ml.

Prós
  • Notas amargas, cítricas e picantes;
  • Próprio para consumo puro ou em variadas combinações;
  • Embalagem clássica;
  • Bom rendimento;
  • Notas aromáticas muito bem pronunciadas;
  • Residual robusto.
Contras
  • Preço alto.

Gin Tanqueray Sevilla

Depois de tantas versões da marca Tanqueray citadas nesta listagem, ainda é necessário relatar mais uma, que corresponde ao modelo Sevilha.

Seu maior ponto diferencial está na presença do ingrediente botânico laranja de Sevilha que confere aromas e sabores agridoces juntamente com um retrogosto cítrico e adstringente.

A harmonização portanto exigem muita cautela, sendo aqueles alimentos mais condimentados ou frituras as melhores opções. No caso de drinks, não é preciso investir muito, basta acrescentar as rodelas ou o supreme de frutas cítricas ao líquido puro ou diluído em água tônica.

O preço é mediano quando comparado às versões similares, mas tenha em mente que a garrafa conta com apenas 700 ml de bebida e um teor alcoólico de 41,3%.

A embalagem é muito moderna e sua suavidade combina com os dias mais quentes do ano, gerando uma intensa refrescância.

Prós
  • Ideal para drinks leves;
  • Aromas cítricos e agridoces;
  • Ótimo teor de álcool;
  • Bebida refrescante;
  • Embalagem exclusiva;
  • Retrogosto suave;
  • Não contém glúten.
Contras
  • Volume poderia ser maior;
  • Harmonização demanda um atenção superior;
  • Custo intermediário.

Gin Beg New World Navy

Gosta de um drink com notas evidenciadas ao zimbro? Então nossa maior indicação corresponde ao Beg New World Navy que, por sua vez, apresenta um excelente custo benefício.

Este gin de produção brasileira é extremamente robusto em álcool tendo um teor de 54 % e o um volume total de 750 ml.

O estilo Navy Strength possui notas cítricas e um total de 11 especiarias botânicas: coentro, raiz de angélica, zimbro, cardamomo, sabugueiro e pitangueira.

Por outro lado, não orientamos seu uso por quem não está acostumado com uma potência tão elevada. Saiba também quais os melhores tênis para corrida disponíveis no mercado.

O retrogosto amargo também é um destaque evidente, portanto saiba utilizá-lo em drinks que conduzam bem seus aromas.

Prós
  • Preço atrativo;
  • Alto teor alcoólico;
  • Sabor e aroma do zimbro bem evidenciado;
  • Retrogosto amargo;
  • Com grande número de especiarias;
  • Embalagem compacta;
  • Toque seco;
  • Residual robusto.
Contras
  • Harmonização dificultada.

Gin Hendricks

Por último, iremos revisar o gin Hendricks que é considerado um modelo premium e de alto destaque mundial.

Este destilado tem um volume 700 ml que é um pouco menor do que o padrão, porém sua embalagem é clássica e colecionável. Outro ponto que vale ser citado é seu custo muito alto.

As qualidades, neste caso, são incríveis e combinam com os diferentes compostos e ingredientes botânicos, bem como: zimbro, sabugueiro, pepino, rosas, coentro e cascas de laranja e limão.

Caso você se interesse por bebidas mais fortes e possa investir um pouco mais do que os modelos tradicionais, então dê uma chance para o gin Hendricks e não se arrependa!

Seu teor alcoólico de 41, 4% confere um sabor agradável e equilibrado ao paladar, sem notas adstringentes.

Prós
  • Fácil de harmonizar;
  • Embalagem elegante e exclusiva;
  • Com diversos ingredientes aromáticos;
  • Aroma marcante;
  • Não produz notas de adstringência;
  • Retrogosto cítrico;
  • Residual suave.
Contras
  • Volume abaixo do padrão;
  • Muito caro.

Melhores Gins Custo Benefício – Bom e Barato

Entre tantas opções que relacionamos até este momento, a que mais se demonstrou eficiente na relação entre custo e benefício refere-se ao London Dry Gin Silver Seagers.

Tanto seu volume com grande rendimento e o excelente teor alcóolico contribuem para um destilado versátil para tomar puro ou preparar coquetéis.

Sua harmonização facilitada é outro ponto de grande destaque, sendo assim você poderá implementá-lo em diferentes ocasiões, sem precisar gastar muito por isso.

Melhor Marca de Gins

Afinal de contas, escolher a marca é um dos passos mais importantes para acessar o gin que melhor se adequa ao seu paladar e preferências.

Assim, as marcas que obtiveram um grande número de vendas até este momento foram: Hendricks, Bombay, Tanqueray, Beefeater e outras.

Levando em consideração a qualidade e o número de produtos que formaram nosso ranking, a melhor marca de gin de 2021 é a Tanqueray.

Tal decisão não poderia ser diferente, já que esta marca é campeã de vendas em todo o mundo e possui diferentes linhas voltadas para diferentes modelos de drinks, e ainda suas versões tradicionais que agradam grande parte dos consumidores, inclusive no Brasil.

Como escolher os Melhores Gins?

Neste tópico final, listaremos alguns parâmetros que podem ser utilizados como meios de comparação entre cada modelo para que seja mais fácil decidir qual comprar, de acordo com seus gostos pessoais ou a ocasião onde a bebida será servida.

Em síntese, os principais pontos são: sabor, aroma, tipos de estilo, ingredientes, teor alcoólico, rendimento, design e vários outros. Observe e tire suas próprias conclusões:

Categorias:

Primeiramente, o tipo de gin na maioria das vezes é dividido de acordo com a modalidade de seu estilo. De modo geral, um gin pode ser seco (dry) ou doce, mas não é só isso!

O estilo pode ser influenciados por questões tais como a cor do líquido, componentes, modo de fabricação e demais outros.

Hoje em dia, existem diferentes modelos de acordo com a região onde o mesmo é produzido, assim os mais conhecidos são: Scotch dry, London dry e até mesmo o Brazilian Dry.

Nestes casos o clima, o terroir e os cerais utilizados influenciam diretamente no resultado final, conferindo sabores e notas aromáticas.

Sabores e Aromas:

A tipologia do gin também ser vista do ponto de vista sensorial, onde o mesmo pode ser classificado em 4 modalidades: floral, herbal, clássico e cítrico.

Os gins florais e herbais apresentam notas aromáticas mais leves e que remetem à folhas, frutas e alguns tipos secundários de ervas.

Já as versões cítricas, são bem comuns e remetem à laranjas e limões, onde geralmente as cascas são utilizadas durante o processo de infusão.

Os modelos clássicos, por sua vez, o zimbro carrega tanto o sabor quanto o aroma, podendo ter notas secundárias, todavia em menor concentração.

Ingredientes:

Os gins podem conter uma série de ingredientes em sua fórmula, que normalmente são implementados durante a infusão e por isso aparecem fortemente durante a degustação.

São os componentes botânicos mais usuais: cardamomo, canela, amêndoas, coentro, angélica, cascas de frutas cítricas, alecrim, manjericão e diversos outros.

Estes ingredientes podem agregar notas de retrogosto voltadas para o doce, amargo ou picante, então opte por aquele que mais lhe agrada no paladar.

Teor Alcoólico:

Este ponto precisa ser consultado de maneira prévia para evitar surpresas com a força da bebida. Um gin padrão pode conter um teor alcoólico de 37,5 % até 50 %, porém todo cuidado é pouco para saber exatamente o que você busca.

Indicamos, portanto, as versões de até 41,0 % para quem não está acostumado com bebidas tão agressivas e os gins com mais de 45,0 % ao consumidores que apreciam uma bebida mais robusta neste sentido.

Recursos Adicionais:

Para fechar este guia, optamos por relacionar alguns pontos extras que não podem passar despercebidos durante uma avaliação de qualidade desta bebida destilada, neste caso o gin. São eles: design, rendimento, facilidade da harmonização, origem da bebida, ingredientes orgânicos e tipo de fabricação.

Beba com Moderação

Venda proibida para menores de 18 anos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui