Desenvolvida no final dos anos 30, a drenagem linfática é um tipo de massagem terapêutica que estimula o sistema linfático, levando-o a trabalhar de maneira mais rápida, acelerando o processo de retirada dos líquidos que se acumulam entre as células, encaminhando esses resíduos aos vasos capilares, eliminando-os.

Uma das grandes vantagens da drenagem linfática é a tonificação da pele e a estimulação que produz, regenerando o tecido e melhorando seu vigor (além, é claro, de ser muito relaxante). A procura pela drenagem linfática é maior entre as mulheres, já que esse estímulo ocasionado pelo procedimento combate a celulite e a gordura localizada.

Drenagem Linfática
Drenagem Linfática

É importante lembrar, porém, que o resultado positivo contra a celulite só será realmente visível e satisfatório se ela ainda estiver no início. No caso de o corpo já apresentar o problema já em estágio avançado, a drenagem apenas amenizará o problema e combaterá futuros incômodos.

Como funciona a drenagem linfática

O procedimento geralmente é feito em clinicas de estética com aparelhos apropriados, mas é possível fazer a massagem manualmente também, com movimentos circulares das mãos, pressionando com os polegares de maneira fixa e repetitiva determinados pontos. Os pontos-chave da massagem são atrás dos joelhos, virilha, axila e tornozelos. Alguns especialistas garantem, inclusive, que quando a massagem é feita manualmente, o resultado é superior ao estímulo mecânico. A drenagem também é indicada para mulheres na TPM e também as que estão grávidas.

Nódulos da drenagem linfática
Nódulos do sistema linfática, base para o processo de drenagem linfática

Benefícios da Drenagem linfática

Além de relaxar durante o período de Tensão Pré-Menstrual, a massagem será de grande valia para eliminar o acumulo de líquidos no corpo, que incomoda e proporciona uma grande sensação de inchaço. Já durante o período gestacional, em que também há muito acumulo de líquido, recomenda-se fazer a drenagem manualmente, por profissional especializado em massagem em gestantes, e se a paciente não apresentar nenhum tipo de contraindicação (como hipertensão arterial).

Especialistas contraindicam a drenagem linfática para pessoas com infecções agudas, trombose, hipertensão e problemas respiratórios como bronquite e asma.


Drenagem linfática emagrece?

No caso de adotar o processo como maneira de modelar o corpo, é importante lembrar que apenas a drenagem sozinha não fará milagre. É primordial adotar hábitos saudáveis de alimentação e estilo de vida, incluindo alimentos corretos e adotando exercícios físicos. O conjunto de boas práticas é que trará excelentes resultados, para a vida toda.

Na hora de escolher uma clínica estética, é sempre bom conversar com amigas e clientes do local que já conheçam o procedimento. Outro ponto essencial é pesquisar a qualificação de quem vai aplicar o processo, assim como seu tempo de trabalho nesse mercado.


Riscos da Drenagem linfática mal feita

Em geral, os principais riscos gerais relacionados à drenagem linfática são:

  • Não surtir efeito no paciente
  • Causar muita dor no paciente
  • Deixar marcas (se for feita com muita força)
  • Agravamento de doenças vasculares (não é recomendado para pacientes com trombose)

Quantas seções de drenagem linfática são necessárias par notar o resultado?

Caso o paciente escolha um profissional habilitado e capacitado, provavelmente já vai sentir os efeitos na primeira seção. Vale lembrar também que os efeitos da drenagem são passageiros, e após algum tempo, o corpo volta a reter líquidos.

Por isso, para garantir a permanência do efeito, recomenda-se até 3 seções por semana da drenagem linfática para garantir os resultados.


Quais os profissionais habilitados para fazer drenagem linfática?

Os profissionais habilitados para realizar esse procedimento são os fisioterapeutas e massoterapeutas.

Recomenda-se evitar o procedimento com profissionais que não esteja capacitados, para evitar os riscos da aplicação mal feita da drenagem linfática.


Grávida pode fazer drenagem linfática?

Sim. A drenagem é uma excelente forma de reduzir o inchaço que as grávidas sofrem durante o período da gravidez. E reduzindo o inchaço, ela acaba ajudando a reduzir o risco de estrias durante a gravidez.

Vale lembrar, claro, que no caso da gestante há alguns cuidados especias na hora de aplicar a drenagem em gestantes. Entre eles, não aplicar a drenagem na barriga e nos seios. Entretanto, pode-se massagear suavemente esses pontos para reduzir o desconforto com o inchaço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui