Caso você seja um apreciador de bebidas alcoólicas, é uma obrigação conhecer quais são os melhores conhaques, devido à enorme importância que os mesmos possuem dentro deste setor. Opções não faltam, tendo marcas mais acessíveis de origem nacional até fabricantes premiadas mundialmente.

Sendo assim, basta saber o que você procura e evitar versões que não lhe entreguem a harmonização desejada. Tendo isso em vista, elaboramos um guia completo sobre os conhaques e suas derivações. Não perca!

Melhores Conhaques 2021

O conhaque é uma bebida alcoólica de origem francesa, mais especificamente na região de Cognac, mas que hoje em dia é apreciada em todo o mundo. Aliás, há produções desta bebida em outros países como Espanha, Portugal e até no Brasil, porém a denominação adequada nestas situações é Brandy.

Tal bebida, por regra, possui um elevado teor alcoólico na faixa de 40% a 60%. Já em relação a sua temperatura de serviço, indica-se algo próximo aos 15°C, contudo pode existir variações.

A escolha pode até ser complicada, porém se o intuito é obter bons drinks ou até mesmo efetuar o consumo puro, foque suas buscas em marcas como Fundador, Hennessy, Domecq, Remy Martin e outras que iremos ressaltar no decorrer deste artigo.

Conhaque Domecq 1L

O conhaque tradicional da Domecq é classificado com um Brandy por ser oriundo da Brasil, mas isso não atrapalha a experiência do consumidor, pelo contrário, o custo benefício acaba viabilizando essa compra.

Ele conta com avaliações positiva, no geral, o que demonstra sua boa aceitação em diferentes drinks ou até mesmo em receitas, sobretudo para flambar carnes vermelhas ou para o fundo de molhos frutados. Saiba ainda quais são as melhores tequilas do mercado.

O teor alcoólico de 45% traz versatilidade ao produto, que na verdade é um coquetel composto, ou seja, não fundamenta-se em uma destilação totalmente derivada de uvas. Leve isso em consideração!

O volume de 1 litros caracteriza-se como um excelente rendimento, sobretudo no uso em cozinhas profissionais onde o consumo é relativamente maior. Outro fator que merece destaque é o seu bico no estilo dosador que favorece o momento de servir seus convidados.

O conhaque Domecq não contém glúten e passar por um processo de envelhecimento em barris de carvalho, o que confere notas que olfativas de gengibre e um retrogosto robusto.

Por ser produzido no Rio Grande do Sul e fazer uso de uvas originárias de um clima ameno, seus sabores ficam mais intensos, além de possuir um intensa adstringência proveniente do tanino.

Prós
  • Preço atrativo;
  • Origem nacional;
  • Retrogosto robusto;
  • Bom nível de álcool;
  • Ideal para receitas e drinks;
  • Envelhecido em barris de carvalho;
  • Com adstringência relativamente alta;
  • Boas notas olfativas;
  • Bico do tipo dosador;
  • Ótimo rendimento.
Contras
  • Coquetel composto.

Conhaque Dreher

Agora se o objetivo é gastar pouco por um conhaque simples porém com boas qualidades, saiba que o modelo clássico da Dreher irá te proporcionar tudo isso e muito mais!

Essa opção está entre as mais baratas da atualidade e por isso tem sido a mais vendida do último ano em território nacional, porém entenda que a mesma não dispõe de recursos adicionais e nem mesmo notas exclusivas.

O conhaque Dreher possui uma fórmula composta, à partir de uvas e principalmente cana de açúcar. A base com gengibre traz um fundo agradável e picante, ideal para ser consumido em curtas quantidades ou até mesmo em drinks. Veja também quais as melhores vodkas para beber.

Ele serve muito bem para combinações com trufas ou outros doces, mas tenha em mente que a graduação alcoólica é de 38%, um pouco mais baixa do que os padrões da modalidade.

Enquanto isso, seu volume de 900 ml confere um bom rendimento independentemente do tipo de uso que você pretender empregar.

Prós
  • Bom e barato;
  • Marca 100% brasileira;
  • Uso versátil;
  • Notas picantes;
  • Com extrato de gengibre;
  • Consumo puro ou em drinks;
  • Bico do tipo dosador.
Contras
  • Baixo teor alcoólico;
  • Poucas notas secundárias;
  • Fórmula composta.

Conhaque Martell V.S.O.P.

Em um nível superior, temos o conhaque Martell V.S.O.P. com um preço bem elevado, contudo essa é uma daquelas alternativas para quem preza pelo consumo puro em temperatura ambiente ou até mesmo com pedras de gelo para gelar e diluir consideravelmente sua concentração.

Isso se dá por conta dos 40 % de nível alcoólico e o volume de 700 ml, tendo portanto um excelente rendimento. Aliás, por ser classificado como um Very Special Old Pale, este produto traz todas as características de um blend encorpado.

Ele realmente vem da região de Cognac, portanto é um verdadeiro conhaque em essência. Fique de olho ainda para as dimensões gerais da garrafa: 29,4 cm x 9,2 cm x 9,1 cm 1,3 quilogramas.

A Casa Martell produz excelentes conhaques, sempre a partir de uvas originárias desta região, trazendo notas típicas de um terroir exclusivo! Fantástico, não é mesmo?

Apesar do preço, o conhaque Martell é amplamente consumido em todo mundo, sendo portanto uma das linhas mais populares na categoria primária. Saiba ainda quais são os melhores vinhos do mercado.

Seu processo de envelhecimento de quatro anos em barris de carvalho contribuem para uma coloração âmbar e um aroma suave de uvas com um retrogosto amadeirado e notas florais de baunilha.

Tal bebida tem características elegantes que combinam com frutas secas e compostas, tendo um dulçor pronunciado, facilitando o processo de harmonização com doces ou carne suína.

Prós
  • Bebida elegante;
  • Originária da região de Cognac;
  • Fácil de harmonizar;
  • Volume atrativo;
  • Boas dimensões;
  • Pode ser consumido puro;
  • Envelhecido por quatro anos;
  • Dulçor elevado;
  • Alta graduação alcoólica.
Contras
  • Muito caro.

Conhaque Remy Martin

Dando continuidade às linhas consideradas como premium, não poderíamos esquecer do Remy Martin, que também passar pelo processo V.S.O.P. e por isso conta com característica exclusivas.

Por outro lado, essa bebida está entre as mais caras quando comparamos com as linhas derivadas da mesma região. Contudo, não restam dúvidas sobre a qualidade de seu terroir e da seleção dos ingredientes. Aproveite para conferir também nossa lista de melhores gins do mercado.

O grande diferencial deste rótulo configura-se pelo tempo de maturação barricas de carvalho, que chega a até 9 anos. Desta maneira, tanto a tonalidade quando os sabores ficam amplamente concentrados, após passar por diferentes reações antes do envase.

A embalagem de 700 ml e suas dimensões de 30,99 cm x 9,5 cm x 9,5 cm não fogem do padrão da categoria, mas é no teor alcoólico que essa versão ganha adeptos, tendo 40%.

Com isso, o consumo precisa ser feito puro, e se possível em temperatura ambiente. Caso haja diluições por gelo ou por combinação em drinks, suas notas podem ser perdidas, então atente-se!

Já que tocamos neste ponto, esse conhaque apresenta as seguintes notas olfativas: canela, flor de jasmim e avelã. No retrogosto, os sabores são ainda mais complexos, remetendo à ameixas e compota de figo.

Sua coloração de mogno com base dourada deixa bem evidente o corpo robusto desta bebida, porém no paladar o resultado é um gosto elegante e agradável.

Prós
  • Textura e aroma aveludados;
  • Bebida elegante;
  • Notas complexas;
  • Retrogosto potente;
  • Alto nível de álcool;
  • Premiado mundialmente;
  • Ideal para consumo puro em temperatura ambiente.
  • Volume padrão;
  • Terroir exclusivo;
  • Envelhecido por 9 anos;
  • Uvas selecionadas.
Contras
  • Valor superior.

Conhaque Fundador Solera

O conhaque Fundador Solera está sempre bem posicionado em avaliações online, mesmo dispondo de um custo intermediário para os padrões internacionais.

Este Brandy é produzido e envasado na Espanha, por uma casa de destilados fundada no ano de 1730, portanto confiabilidade é o que não falta nesta importação. Não deixe de conferir ainda quais os melhores whiskys do mercado.

Pois bem, a produção a partir de uvas do tipo Airén, oriundas região de Jerez, na Espanha. Outro detalhe fica com por conta do sistema de envelhecimento em barris abaixo do solo, daí o nome “Solera”.

Todos esse processo confere uma temperatura diferenciada para a maturação, e o resultado final é uma bebida ainda mais encorpada e rica em aromas. São 12 meses de envelhecimento antes do envase, então já deu para perceber que as complexidades desta bebida possuem um fundamento, não é mesmo?

O retrogosto picante persistente e as notas olfativas de carvalho e baunilha, são alcançados pela combinação do processo longo de maturação e pelo terroir da região. Vale ressaltar também seu bom rendimento por parte do volume de 750 ml.

Prós
  • Ótimo rendimento;
  • Alta graduação alcoólica;
  • Envelhecido por 1 ano (Sistema Solera);
  • Origem espanhola;
  • Retrogosto persistente;
  • Fácil de beber;
  • Notas bem pronunciadas;
  • Bico do tipo dosador;
Contras
  • Preço intermediário.

Conhaque Domus

De volta aos rótulos nacionais, trouxemos para esse review o conhaque Domus, que também possui excelentes avaliações em sites de venda.

O custo benefício aqui é incrível, e isso somente é possível por conta da fórmula mista com alta concentração de destilado a partir de cana de açúcar. Este modelo dispõe de um uso versátil, principalmente em receitas doces para caldas cítricas à base de laranja ou maçãs vermelhas.

Sua produção é dada juntamente ao acréscimo do extrato de gengibre e do extrato natural de carvalho, buscando notas mesmo sem passar pelo envelhecimento em barricas.

A coloração amarelada quase transparente acaba sendo bem diferente das versões modernas, porém para a preparação de drinks, você terá ótimos resultados.

São outras características específicas do conhaque Domus: 40% de teor alcoólico, sem glúten, corante artificial amarelo, embalagem moderna, bico dosador, volume de 1 litro, etc.

Prós
  • Bom custo benefício.
  • Ótimo rendimento;
  • Brandy 100% brasileiro;
  • Sabor suave;
  • Boa graduação alcoólica;
  • Bico dosador;
  • Notas de carvalho e gengibre;
  • Não contém glúten.
Contras
  • Composto misto;
  • Não é envelhecido;
  • Possui coloração artificial.

Conhaque Courvoisier X.O

Se você deseja ter uma verdadeira experiência, o conhaque Courvoisier X.O apresenta-se com um dos mais intensos e caros da atualidade, sendo um verdadeiro artigo de luxo!

Conhecido popularmente como o “conhaque favorito de Napoleão Bonaparte”, essa bebida clássica é perfeita para uma apreciação juntamente a um bom charuto. Além disso, alguns restaurantes premiados com estrelas Michelin na França fazem uso deste destilado em alguns drinks tradicionais.

Todo o valor agregado se deve ao longo período de maturação que alcança incríveis 25 anos. Isso faz com que os sabores acentuem-se na medida certa, gerando um retrogosto intenso e persistente.

Entre as notas mais evidentes, notamos a presença de flor de íris e de casca de laranja, portanto o aromático frutado se sobressai bastante, ideal para drinks cítricos ou com pouco dulçor.

Sua fórmula é amplamente premiada e segue os padrões elevados do mercado europeu, tendo uma pureza interessante combinada com um teor alcoólico de 40%.

O conhaque Courvoisier X.O é capaz de agradar todos os tipos de paladares, até mesmo os mais exigentes. Tenha em vista ainda o volume de 700 ml e a embalagem inovadora.

Prós
  • Frasco inovador;
  • Oriundo da França;
  • Bebida clássica;
  • Alta pureza;
  • Níveis elevados de álcool;
  • Notas olfativas bem trabalhadas;
  • Envelhecido por 25 anos;
  • Recomendado para drinks ou para degustação na forma pura;
  • Bom rendimento.
Contras
  • Muito caro.

Conhaque Martell X.O

O conhaque Martell X.O é mais uma opção francesa de nível premium que vem crescendo em todo o mundo como uma bebida equilibrada e versátil ao mesmo tempo.

Este destilado ocorre a partir de uvas de alta qualidade em combinação com um envelhecimento prolongado em barricas de carvalho francês.

Seu sabor forte e corpo robusto, trazem notas picantes e notáveis, que são perfeitas para acompanhar um bom charuto ou ser degustado puro.

Ele está dispõe ainda de notas secundárias que remetem à frutas vermelhas e campestres, portanto pode ser uma alternativa adequada para harmonizações com doces secos ou compotas.

O valor é super alto, mas o que também acaba elevando sua apreciação, então se o objetivo é presentear alguém querido, ele serve muito bem. Enquanto isso, o volume de 700 ml rende boas doses, sejam para consumos convencionais ou para drinks.

No demais, devemos ressaltar os 40% de teor alcoólico juntamente com a embalagem inovadora, a cor âmbar escuro e as diferentes nuances no paladar.

Prós
  • Embalagem inovadora e moderna;
  • Produto importado;
  • Corpo redondo;
  • Envelhecido em barris de carvalho francês;
  • Com adstringência relativamente alta;
  • Diferentes nuances olfativas;
  • Combina com charutos;
  • Teor alcoólico acima da média;
  • Harmoniza com flores secas, doces e especiarias.
Contras
  • Custo superior.

Conhaque Hennessy V.S.O.P

Neste mesmo seguimento, o conhaque Hennessy V.S.O.P também possui um grande destaque positivo, sendo uma das marcas mais famosas em todo o mundo.

Todo esse sucesso se deve à qualidade na seleção dos ingredientes e pelo terroir oriunda da região tradicional de Cognac. Essa bebida é muito antiga, e ainda hoje possui honrarias por onde passa.

Pode ser um conhaque originário da França, e passar por um envelhecimento longo do tipo V.S.O.P, as notas de sabor e aroma são intensas, formando uma bebida perfeita para consumo solo.

O preço acaba sendo compreensível, porém ainda é caro para os padrões nacionais. Caso você queira harmonizar com drinks, opte por composições pouco doces e com alto índice de acidez.

O Hennessy V.S.O.P é marcado por notas florais e cítricas juntamente com o retrogosto amadeirado e um pouco picante, sendo uma boa opção para iniciantes entre as versões da categoria premium.

Em síntese, tal bebida apresenta os seguintes aspectos próprios: 40% de graduação alcoólica, 700 ml de volume total, embalagem moderna com base alongada, coloração intensa e uma excelente facilidade de harmonização.

Prós
  • Bebida premium;
  • Bom rendimento;
  • Ótima graduação alcoólica;
  • Embalagem moderna;
  • Fácil de harmonizar;
  • Indicado para consumo convencional ou em drinks;
  • Envelhecido pelo processo V.S.O.P;
  • Coloração intensa;
  • Bico dosador.
Contras
  • Custo consideravelmente alto.

Conhaque Armagnac V.S.O.P Marquis de Caussade

O Armagnac V.S.O.P Marquis de Caussade tem tudo o que um bom conhaque precisa, e portanto merece estampar a décima posição de nosso ranking.

Seu valor acima da média combina com todos as qualidades secundárias proporcionadas. Além disso, o design moderno do frasco gera um visual bonito para ser utilizado como presente ou ainda dar um charme a mais em sua estufa.

Os aromas intensos juntamente com as notas especiais são oriundas do carvalho francês onde a bebida é envelhecida por um período do 10 anos em um processo do tipo V.S.O.P.

O teor alcoólico alcança os 40% juntamente com um volume total de 750 ml, de modo que seu consumo pode ser feito puro em temperatura ambiente, com gelo ou ainda em drinks tradicionais.

Todo esse processo culmina em sabores que remetem ao floral e frutado, contudo engana-se que espera algo leve, já que seu corpo robusto e retrogosto encorpado é bem diferente das versões vistas acima. Vale a pena experimentar!

Prós
  • Ótimo volume;
  • Oriundo da França;
  • Retrogosto e corpo robustos;
  • Sabores intensos;
  • Aromas florais e frutados;
  • Grande índice de álcool;
  • Consumo versátil;
  • Envelhecido em barricas de carvalho francês;
  • 10 anos de maturação.
Contras
  • Valor acima da média.

Melhores Conhaques Custo Benefício

Ao averiguar os principais pontos de nosso ranking, chegamos à conclusão de que o conhaque Domus é o melhor em custo benefício no ano de 2021.

Acima de tudo, ele tem uma composição mista que corrobora para um uso versátil em receitas e drinks, além de ser um dos favoritos dos brasileiros pelo preço baixo.

O volume de 1 litro confere um rendimento excelente em harmonia com um bico dosador que evita desperdícios. No demais, ele não é envelhecido, porém o extrato natural de carvalho fornece notas incríveis, assim como o extrato de gengibre que dá um toque de picância à mistura.

Como escolher os Melhores Conhaques?

A escolha do melhor conhaque exige muitos cuidados, até porque algumas versões podem não ser exatamente um conhaque, então preste atenção!

No geral, foque sua pesquisa nos seguintes aspectos: tipos, envelhecimento, terroir, volume, frasco, facilidade da harmonização e demais outros recursos adicionais.

Confira a descrição dos principais parâmetros e, enfim, decida qual conhaque melhor combina com o seu perfil. Veja:

Tipos:

Primeiramente, saiba que existem diferentes tipos existentes de conhaque, como: Cognac, Brandy, Armagnac, Grappa e Calvados. Cada um deles possuem características especificas, então entenda tais dissemelhanças:

Cognac:

Essa categoria condiz ao conhaque propriamente dito, ou seja, a bebida derivada de uvas verdes da região de Cognac, na França. Ou seja, somente as bebidas que se adequarem a estas condições específicas podem ser chamadas de Cognac.

Brandy:

Tais bebidas são nada mais do que os próprios conhaques, porém produzidos a partir de uvas colhidas em outros locais do mundo, que pode ser outras regiões da França diferentes de Cognac ou outros países como Espanha, Brasil, Portugal, Itália, etc. Contudo, tenha em vista, que um Brandy autêntico precisa ser feito à base apenas de uvas.

Armagnac:

Essa variação é muito conhecida por levar o nome da uva Armagnac, oriunda da cidade de Bordeaux, também na França. Outro diferencial aqui consiste no processo rápido de destilação, conferindo sabores intensos e ricos em taninos, o que fica bem evidenciado pela adstringência no retrogosto.

Grappa:

A Grappa é muito popular na Itália e já vem ganhando adeptos no Brasil pela qualidade juntamente com diversas peculiaridades. Seu processo de fabricação utiliza apenas o bagaço das uvas em harmonia com o envelhecimento em um período de tempo curto em barricas de carvalho em alguns casos.

Calvados:

Por fim, os conhaques denominados de Calvados são mais doces e frutados do que o Cognac tradicional, pois é feito a partir de uvas da localidades diversas da Normandia e da Bretanha. Aqui a harmonização se dá muito bem com queijos e doces de sabor intenso.

Envelhecimento:

O processo de envelhecimento é de suma importância para esse tipo de bebida, logo pode-se acessar versões que passam por processos rápidos de 12 meses até aquelas mais velhas que chegam a quase 25 anos.

Em resumo, há três modelos considerados como padrões: Very Special (V.S.) com envelhecimento de 2 anos; Very Special Old Pale (V.S.O.P.) com envelhecimento de 4 anos; e Old Extra (X.O.) com envelhecimento igual ou maior que 10 anos.

Terroir:

O local da produção do conhaque está diretamente relacionado o resultado final do produto, e é exatamente ponto que muitos clientes se esquecem no momento da comparação.

Não cometa esse mesmo erro, e foque em versões de regiões francesas, espanholas ou italianas, tais como: Grand Champagne, Bonn Boa, Bordri, Petite Champagne, Boa Zoldiner e diversas outras.

Volume:

Ao final, fique atento quanto ao volume ofertado pelo produto, já que os conhaques normalmente são caros. Portanto, você irá se deparar com versões que variam de 500 ml até 1 litro.

Para um rendimento atrativo, orientamos a compra das garrafas que apresentarem volumes entre 700 ml até 750 ml.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui